Gazeta Apodiense

MENU
Logo
Quarta, 23 de junho de 2021
Publicidade
Publicidade

Apodi

Barragem de Santa Cruz, em Apodi, recebe bom aporte hídrico com as recentes chuvas

No último relatório divulgado, o reservatório acumulava 178.921.150 m³, equivalentes a 29,83% do seu volume total.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

De acordo com o relatório divulgado nesta quarta-feira (5) pelo Igarn, as reservas hídricas do RN continuam aumentando. Atualmente, somam 2.035.687.106 m³, correspondentes a 46,51% da sua capacidade total. Na última sexta-feira, 30 de abril, o volume das reservas hídricas era de 1.979.033.003 m³, equivalentes a 45,22% da sua capacidade total.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares.

O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quarta-feira (05), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN, continuam aumentando com as chuvas pelo interior do Estado. Atualmente, somam 2.035.687.106 m³, correspondentes a 46,51% da sua capacidade total. Na última sexta-feira, 30 de abril, o volume das reservas hídricas era de 1.979.033.003 m³, equivalentes a 45,22% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.336.237.997 m³, equivalentes a 56,31% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. Na última sexta-feira (30), o manancial estava com 1.313.212.384, correspondentes a 55,34% do seu volume total.

A segunda maior barragem do RN, Santa Cruz do Apodi, recebeu bom aporte hídrico e acumula 207.609.700 m³, percentualmente, 34,62% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No último relatório divulgado, o reservatório acumulava 178.921.150 m³, equivalentes a 29,83% do seu volume total.

Já a barragem Umari, terceiro maior manancial do RN, acumula 199.897.985 m³, correspondentes a 68,27% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No dia 30 de abril, o reservatório estava com 198.840.187 m³, equivalentes a 67,91% do seu volume total.

O açude que recebeu maior ganho percentual de volume foi o Santana, também conhecido como Gangorra, localizado em Rafael Fernandes, que acumula 6.603.333 m³, correspondentes a 94,33% da sua capacidade total, que é de 7 milhões de metros cúbicos. Na última sexta-feira, o manancial estava com 5.810.000 m³, equivalentes a 83% da sua capacidade.

Outro reservatório que recebeu bom aporte hídrico foi o Malhada Vermelha, localizado em Severiano Melo, que acumula 2.082.880 m³, correspondentes a 27,63% da sua capacidade total, que é de 7.537.478 m³. No último relatório, o açude estava com 1.404.482 m³, equivalentes a 18,63% do seu volume total.

O açude Rodeador, localizado em Umarizal, acumula 13.635.597 m³, percentualmente, 63,71% da sua capacidade total, que é de 21.403.850 m³. No dia 30 de abril, o reservatório acumulava 12.855.304 m³, equivalentes a 60,06% do seu volume total.

O açude Morcego, localizado em Campo Grande, acumula 3.766.837 m³, correspondentes a 56,15% da sua capacidade total, que é de 6.708.331 m³. No final da semana passada, o reservatório estava com 3.511.898 m³, percentualmente, 52,35% da sua capacidade.

A barragem de Lucrécia acumula 7.308.848 m³, correspondentes a 29,53% da sua capacidade total, que é de 24.754.574 m³. Na última sexta-feira, o manancial estava com 6.557.561 m³, percentualmente, 26,49% da sua capacidade.

O reservatório Beldroega, localizado em Paraú, acumula 4.398.387 m³, equivalentes a 54,59% da sua capacidade total, que é de 8.057.520 m³. No relatório anterior ele acumulava 4.129.470 m³, correspondentes a 51,25% do seu volume total.

O açude Flechas, localizado em José da Penha, acumula 5.655.475 m³, equivalentes a 63,19% da sua capacidade total, que é de 8.949.675 m³. Na última sexta-feira, o manancial acumulava 5.499.775 m³, percentualmente, 61,45% do seu volume total.

O açude Alecrim, localizado em Santana do Matos, acumula 2.270.000 m³, correspondentes a 32,43% da sua capacidade total, que é de 7 milhões de metros cúbicos. No dia 30 de abril, o manancial estava com 2.160.000 m³, equivalentes a 30,86% do seu volume total.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que já sangraram durante essa quadra chuvosa foram: o açude de Encanto, Riacho da Cruz II e Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes. Os três continuam vertendo suas águas.

Outros reservatórios que tiveram pequenos ganhos de volume, foram: Tourão, localizado em Patu, que passou de 20,35% para 21,62%; Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, que passou de 72,83% para 73,67%; Brejo, localizado em Olho-d'Água do Borges, que passou de 19,66% para 20,49%; Jesus Maria José, localizado em Tenente Ananias, que passou de 20,60% para 21,54%; o açude de Marcelino Vieira, que passou de 73,60% para 74,55%; Pataxó, localizado em Ipanguaçu, que passou de 47,49% para 48,46%; o açude de Pilões, que passou de 40,83% para 41,19% e Bonito II, localizado em São Miguel, que passou de 16,66% para 17,03%.

Entre os reservatórios monitorados pelo Igarn, que estão com volume inferior a 10% da sua capacidade, o Itans, localizado em Caicó, recebeu pouco aporte de água, passando de 4,08% para 4,13%; já o açude Esguicho, localizado em Ouro Branco, manteve o mesmo volume da semana passada, apenas 0,97% e o Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, perdeu um pouco de água, estava com 6,44% e agora está com 6,37% da sua capacidade total.

O açude Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, manteve o mesmo volume apresentado no relatório da última sexta-feira, 30 de abril, acumula 8.712.325 m³, correspondentes a 19,61% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³.

Já a Barragem de Pau dos Ferros acumula 11.926.538 m³, equivalentes a 21,75% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No relatório anterior acumulava 11.971.370 m³, correspondentes a 21,83% do seu volume total.

Situação das Lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, acumula 11.019.525 m³, que correspondem a 100% da sua capacidade. Na semana anterior, o manancial estava com 10.983.122 m³, equivalentes a 99,67% do seu volume total.

Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 42.163.471 m³, percentualmente, 50,03% do seu volume total, que é de 84.268.200 m³. No dia 30 de abril, o manancial estava com 42.063.950 m³, equivalentes a 49,92% da sua capacidade.

A lagoa do Boqueirão, que atende a usos diversos, acumula 10.050.651 m³, correspondentes a 90,75% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³. Na última semana, o manancial acumulava 10.007.070 m³, percentualmente, 90,36% do seu volume total.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é mossorohoje.com.br

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade