Gazeta Apodiense

Notícias Estado

Caern recomenda uso racional de água e avalia rodízio de abastecimento no Seridó

Região Seridó teve o menor nível de recarga em mananciais no período do inverno neste ano

Caern recomenda uso racional de água e avalia rodízio de abastecimento no Seridó
Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Julia Galvão
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) emitiu um alerta para que a população potiguar use a água fornecida de forma racional neste período do ano, quando a temperatura é mais alta e as chuvas são menos frequentes.

Dados do Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) apontam que as reservas hídricas no Estado chegam a 46,98%, nos mananciais.

A região mais preocupante é a do Seridó, que teve o menor nível de recarga em mananciais no período do inverno neste ano. Por esse motivo, essa deve ser a região com mais rodízios de abastecimento neste segundo semestre.
A Caern avalia alternativas e rodízios mais longos para algumas cidades seridoenses. Entre elas, Jardim do Seridó, em razão do baixo volume do Zangalheiras.

Em Cruzeta, o rodízio deve começar ainda nesse semestre. Nas cidades de Currais Novos, Acari e Parelhas, a previsão de rodízio é antes do próximo inverno.

“A população precisa ajudar adotando hábitos de uso racional da água. Nós, que somos do Seridó, historicamente tivemos períodos de dificuldade e, ao longo dos anos, estamos cada vez mais conscientes em dizer não ao desperdício”, analisa o gerente da Regional Seridó, Adelson Santos.

No início deste ano, a Região Alto Oeste gerava preocupação, mas houve uma melhora no cenário com acúmulo de água em mananciais críticos, entre eles a barragem de Pau dos Ferros e o açude da cidade de São Miguel. A Caern alerta que houve recuperação, mas é preciso cuidar da água para que o benefício do abastecimento regular se estenda até o próximo inverno.

No Alto Oeste, apenas a cidade de Paraná se encontra em colapso total de abastecimento, mas nos próximos dias a Caern deve retomar o fornecimento. Além dela, Serra do Mel está em colapso parcial. Em todas as regiões, são 69 cidades com rodízio.

Dados analisados anualmente pela Companhia mostram o aumento do consumo de água na segunda maior cidade do Estado: Mossoró. A partir de agosto, o consumo cresce no município. Ações como combate às ligações irregulares de água e instalação de hidrômetros serão feitas pela Caern para reduzir reclamações no fornecimento de água.

O aumento no consumo também pode afetar cidades em regiões que ainda não possuem problemas de abastecimento. A análise de cenário é feita pela Caern levando em consideração dados como consumo médio e quantidade de água acumulada nos mananciais. Por isso o ideal é evitar o desperdício e usar corretamente a água nas atividades diárias.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn
Comentários:

Veja também

Seja assinante do nosso portal! É GRÁTIS!

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!