Gazeta Apodiense

MENU
Logo
Domingo, 09 de maio de 2021
Publicidade
Publicidade

Estado

Carga com 101 mil doses de Oxford/AstraZeneca e 7 mil da Pfizer chega ao RN

As vacinas foram direto para a Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), de onde serão distribuídas para os municípios.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Rio Grande do Norte recebeu na tarde desta terça-feira (3) uma carga com 101.750 doses da vacina de Oxford/AstraZeneca e 7.020 doses do primeiro lote da Pfizer/BioNTech. Os lotes chegaram ao Aeroporto de Natal por volta das 15h.

As vacinas foram direto para a Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), de onde serão distribuídas para os municípios. Todas as doses da vacina da Pfizer vão ficar em Natal, já que ela necessita ficar resfriada em condições especiais.

Já as vacinas Astrazeneca/Fiocruz, de acordo com a orientação do Ministério da Saúde, serão destinadas às primeiras doses para o público com comorbidades, gestantes e pérpueras e pessoas com deficiência permanente, além da continuidade da vacinação para idosos entre 60 a 64 anos.

A pasta nacional orienta, com base na nota técnica Nº 467/2021, que nesta fase nova sejam vacinados proporcionalmente, de acordo com o quantitativo de doses disponibilizado:

  • pessoas com Síndrome de Down,
  • pessoas doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise)
  • gestantes e puérperas com comorbidades
  • pessoas de 55 a 59 anos com comorbidades
  • pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos.

De acordo com o RN+ Vacinas, 502 mil pessoas receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no estado, sendo mais 749 mil doses aplicadas.

 
 

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade