Gazeta Apodiense

Notícia

Condenados na Sal Grosso tem dificuldades em candidaturas

Três envolvidos tiveram seus registros cancelados devido às condenações criminais e de improbidade
ASSINADA DIGITALMENTE POR: Pedro Costa

Publicidade

Mister Capas Apodi
Esta foto é de inteira e total responsabilidade de Reprodução/Portal do RN
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da 14ª Promotoria de Justiça de Mossoró com atribuições perante a 34ª Zona Eleitoral do Esstado, conseguiu na Justiça Eleitoral o indeferimento do registro de candidatura de três condenados pelos crimes descortinados na Operação Sal Grosso. Daniel Gomes da Silva, Manoel Bezerra de Maria e Maria Izabel de Araújo Montenegro (atual Presidente da Câmara de Vereadores de Mossoró) foram declarados inelegíveis com base na Lei da Ficha Limpa, haja vista que foram condenados em decisões proferidas pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte (TJRN), pela prática de crimes como corrupção passiva e improbidade administrativa.

Os crimes a que se referem as decisões do TJRN foram descortinados pela Operação Sal Grosso, deflagrada em 2007, e que teve como finalidade investigar a apropriação ilegal de verba pública para o pagamento de despesas dos membros da Câmara Municipal de Mossoró.

Esses recursos desviados pelos condenados faziam parte da chamada verba de manutenção de gabinete, uma espécie de suprimento de fundos que tem por objetivo recompor as despesas excepcionais assumidas pelo vereador e utilizadas no exercício de suas atividades parlamentares. As verbas eram concedidas em regime de adiantamento, sempre precedida de empenho, para realização de despesas que não possam se subordinar ao processo normal de aplicação, e que no âmbito da Câmara Municipal de Mossoró é disciplinada por uma resolução interna.

Nas decisões que impugnaram as candidaturas de Daniel Gomes da Silva, Manoel Bezerra de Maria e Maria Izabel de Araújo Montenegro, a Justiça Eleitoral facultou aos partidos políticos a substituição dos candidatos indeferidos. Além disso, que o Cartório Eleitoral se certifique se os indeferimentos provocam alteração na condição de proporcionalidade entre os gêneros e, em caso positivo, que sejam intimados os partidos políticos para regularização, sob pena de cancelamento dos registros de todos os candidatos vinculados.

Esta é uma cópia de conteúdo e não reflete necessariamente a opinião do GRUPO APONEWS DE COMUNICAÇÃO, sendo de inteira e total responsabilidade de www.portaldorn.com

  • COMPARTILHE
  • Compartilhar no Facebook
  • Enviar no Whatsapp
  • Compartilhar no Twitter

Publicidade

Mister Capas Apodi

Veja também

Veja a agenda dos candidatos a prefeito em Apodi para esta Quinta (29)
29Out
Eleições 2020

Veja a agenda dos candidatos a prefeito em Apodi para esta Quinta (29)

Confira quais eventos e ações politicas cada candidato a prefeito irá realizar nesta Quinta (29) em Apodi.

Veja como foi o debate entre os candidatos a prefeito de Apodi feito pela TCM Telecom
29Out
VEJA A GRAVAÇÃO

Veja como foi o debate entre os candidatos a prefeito de Apodi feito pela TCM Telecom

O debate aconteceu na cidade de Mossoró na noite desta Quarta(28) e foi promovido e transmitido pela TCM

Nesta Quinta (29) tem sessão ordinária para acontecer na Câmara dos Vereadores de Apodi
28Out
Apodi

Nesta Quinta (29) tem sessão ordinária para acontecer na Câmara dos Vereadores de Apodi

As pautas serão debatidas no dia da sessão, afirmou Chico de Marinete.

Marginal da BR-101 será parcialmente interditada em Natal para instalação de passagem elevada para pedestres
28Out
Estado

Marginal da BR-101 será parcialmente interditada em Natal para instalação de passagem...

Interdição acontece entre esta quinta-feira (29) e a próxima Terça (03).

MAIS NOTÍCIAS

Publicidade

Parceiro
Doutor Apodi
Parceiro
MISTER CAPAS APODI