Gazeta Apodiense

Notícias Mossoró

Conselho de Medicina abre apuração após prefeito de Mossoró entrar em centro cirúrgico durante operação ginecológica

Prefeito esclareceu que estava dentro da maternidade Almeida Castro para acompanhar a retomada das cirurgias ginecológicas na cidade

Conselho de Medicina abre apuração após prefeito de Mossoró entrar em centro cirúrgico durante operação ginecológica
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (Cremern) informou nesta segunda-feira (11) que vai abrir um procedimento para apurar como o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra (Solidariedade), e sua equipe foram parar dentro de um centro cirúrgico no meio de uma operação ginecológica na semana passada.

O caso aconteceu na última sexta-feira (8) e ganhou ampla repercussão nas redes sociais. Em uma publicação no Instagram, o próprio prefeito registrou que estava dentro da maternidade Almeida Castro, em Mossoró, para acompanhar a retomada das cirurgias ginecológicas na cidade.

Mesmo sem ser profissional de saúde, Allyson Bezerra ficou ao lado da equipe médica durante uma parte da operação. Os médicos não demonstram no vídeo desconforto com a presença do prefeito, que usava touca e capote cirúrgico, mas estava sem luvas.

Nas imagens, o prefeito de Mossoró olha para a paciente, que estava com as partes íntimas expostas, e diz que ela estava aguardando havia quatro anos pelo procedimento. Ele está acompanhado de pelo menos um assessor, que filma a ação.

Nas redes sociais, o prefeito foi criticado por entrar no centro cirúrgico para anunciar uma ação de sua gestão e ainda filmar a visita. Isso porque, além de colocar a mulher em risco de contaminação, a paciente pode ter se sentido constrangida com a presença de pessoas alheias ao procedimento. Em operações ginecológicas, a indicação é que fiquem no centro cirúrgico apenas os profissionais envolvidos na intervenção.

O Cremern vai apurar a conduta dos médicos. O órgão vai investigar se a entrada do prefeito foi autorizada pela equipe médica responsável pela cirurgia ou se Allyson Bezerra entrou à revelia dos profissionais. Se a entrada foi autorizada, a investigação vai buscar entender as razões, já que o prefeito não estava envolvido no procedimento.

Procurada pelo PORTAL DA 98 FM, a Prefeitura de Mossoró não comentou a repercussão em torno da visita do prefeito ao centro cirúrgico.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é 98fmnatal.com.br
Comentários:

Veja também

Seja assinante do nosso portal! É GRÁTIS!

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!