Gazeta Apodiense

Notícias Mossoró

Delegado especial assume caso Luan; algumas perícias são enviadas para o ITEP de Natal

De acordo com o delegado, as investigações estão avançadas, materiais recebidos estão sendo analisados.

Delegado especial assume caso Luan; algumas perícias são enviadas para o ITEP de Natal
ANNA PAULA BRITO
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A secretaria de segurança pública do RN designou um delegado especial para realizar a investigação do homicídio de Luan Carlos Melo Barreto, de 23 anos, assassinado na quinta-feira (1º) com um disparo de arma de fogo na cabeça.

O Dr. Marcos Vinicius, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Natal, está na cidade desde a semana passada, recolhendo provas e ouvindo depoimentos importantes para a elucidação deste crime que revoltou a sociedade mossoroense.

De acordo com o delegado, já foram ouvidos os depoimentos de familiares, algumas testemunhas que estavam no posto próximo ao local do crime, bem como os três policiais envolvidos no caso que, no momento, estão afastados das ruas.

Duas outras pessoas que podem ajudar nas investigações ainda serão ouvidas nesta quarta-feira (14). O delegado também informou que enviou ofício ao Ciosp para saber se houve outras viaturas que atenderam a essa ocorrência, para que todos sejam ouvidos.

Quanto às câmeras de segurança, relatou que o sistema de segurança loja de automóveis apresentou pane e não realizou a gravação de imagens, enquanto que as câmera do posto de combustíveis gravam sobrepondo imagens, ou seja, quando estas foram solicitadas, o próprio sistema já havia feito novas gravações por cima das anteriores.

Quanto às perícias, ainda segundo o Dr. Marcos Vinícius, estas estão sendo realizadas no Itep de Mossoró e algumas foram enviadas para o Itep de Natal, a fim de dar agilidade ao processo.

O delegado afirmou que tem 30 dias para concluir o inquérito, mas que pretende concluir este caso antes do prazo estabelecido.

“Acredito que, no decorrer desta semana, no máximo, na próxima, devem chegar os resultados que pretendemos, onde busca ajudar a elucidar o que aconteceu naquele dia onde Luan foi baleado e, infelizmente, morto”.

Dr. Marcos pede, ainda, que quem tiver qualquer informação que possa ajudar a agilizar a elucidação deste caso, que entre em contato, anonimamente, pelo 181 para Polícia Civil.

“É isso que nós estamos buscando, quanto mais tivermos testemunhas que possam falar o que aconteceu... é importante para nós fazermos justiça, para que a verdade chegue até o nosso inquérito policial. Era por volta de 8h40 da noite, naquela quinta-feira, dia 1º de julho, e tinha pessoas que estavam abastecendo seu veículo ali no posto, tinha pessoas passando na Lauro Monte, então, de alguma forma, alguém pode ter visto alguma coisa. Por mais pequeno que seja, mas que possa falar pra gente, que possa informar através do 181, vai chegar a equipe de investigação e será de fundamental importância para a conclusão do caso”, concluiu o delegado.

FONTE/CRÉDITOS: mossorohoje.com.br
Comentários:

Veja também

Seja assinante do nosso portal! É GRÁTIS!

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!