Gazeta Apodiense

Notícias Segurança

Estado retoma visitas presenciais em Mossoró e suspende em Ceará-Mirim

As medidas levaram em conta níveis da pandemia da covid-19.

Estado retoma visitas presenciais em Mossoró e suspende em Ceará-Mirim
Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Reprodução/DeFato
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP) do Rio Grande do Norte anunciou que retomou as visitas presenciais em uma unidade prisional em Mossoró e suspendeu a atividade em um estabelecimento de Ceará-Mirim. As medidas levaram em conta níveis da pandemia da covid-19.

Nesta sexta-feira (23), a Seap informou que a Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, em Mossoró, retomou as visitas presenciais de familiares dos privados de liberdade. A unidade teve os serviços reestabelecidos esta semana diante da ausência de casos do novo coronavírus no estabelecimento penal e da taxa de ocupação de leitos de UTI na Região Oeste abaixo do limite estabelecido pelo Comitê de Crise da Covid-19 da secretaria.

O diretor da Mário Negócio, policial penal Márcio Morais, explicou que nesse primeiro dia de visitas foram disponibilizadas 200 vagas, mas apenas 70 familiares compareceram. “Estamos disponibilizando as vagas, mas muitos parentes preferem a televisita, a visita remota, pela praticidade e economia de deslocamento”, disse. A penitenciária abriga 489 presos e ontem foram disponibilizadas mais 200 vagas para visitantes.

E nesta quinta-feira (22), a Seap suspendeu as visitas presenciais na Cadeia Pública Dinorá Simas, em Ceará-Mirim. A pasta disse que a unidade registrou um caso de interno contaminado pela doença. A secretaria detalhou que atualmente o sistema penitenciário potiguar conta com um policial penal e um preso contaminados pela covid-19; além de seis casos suspeitos.

A Seap ressaltou que o serviço de visitas virtuais (televisitas) permanece em pleno funcionamento em todas as unidades prisionais do RN e que nas visitas presenciais são mantidas medidas como distanciamento social, aferição de temperatura e uso de máscara. O sistema prisional do RN tem 11 mil internos.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é defato.com
Comentários:

Veja também

Seja assinante do nosso portal! É GRÁTIS!

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!