Gazeta Apodiense

MENU
Logo
Sexta, 16 de abril de 2021
Publicidade
Publicidade

Estado

Governo do RN autoriza serviço de transporte de passageiros durante toque de recolher

Decreto que instituiu novas medidas de restrição para contenção da pandemia foi republicado nesta terça (2) com essa mudança.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O governo do RN autorizou o serviço de transporte de passageiros durante o toque de recolher. Com isso, motoristas de aplicativo podem circular normalmente no período.

O toque de recolher - que proíbe a circulação de pessoas em todo o estado, entre 22h e 5h - foi decretado no último sábado (27) junto com outras medidas restritivas para tentar conter o avanço da pandemia da Covid-19.

Toque de recolher, suspensão de aulas, missas, cultos e fechamento de parques e clubes; confira restrições contra Covid-19 no RN
Covid-19: veja a ocupação dos leitos de UTI em Natal
Veja os tipos de estabelecimentos que podem funcionar dentro do horário, segundo o decreto:

serviços públicos essenciais (como segurança, saúde, entre outros)
farmácias;
indústrias;
postos de combustíveis;
hospitais, demais unidades de saúde e de serviços odontológicos e veterinários de emergência;
laboratórios de análises clínicas;
segurança privada;
imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral;
funerárias;
exercício da advocacia na defesa da liberdade individual;
serviços de alimentação, exclusivamente para delivery;
serviços de transporte coletivo urbano;
serviços de transporte de passageiros.
Trabalhadores que estão indo de casa para o trabalho ou do trabalho para casa também podem circular.

No primeiro fim de semana com toque de recolher duas pessoas foram detidas por desobediência no RN.

De acordo com o governo do estado, as forças de segurança vão reforçar a fiscalização para evitar descumprimento das medidas.

Segundo o secretário de segurança do Rio Grande do Norte, coronel Francisco Araújo, quem não cumprir a norma pode ser detido por desobediência contra a Administração Pública e levado à delegacia. A pena prevista pelo Código Penal é de detenção de 15 dias a 6 meses, além de multa.

 

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Elisa Elsie

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade