Gazeta Apodiense

MENU
Logo
Sábado, 27 de fevereiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Mossoró

Mossoró poderá ficar sem transporte coletivo

Colapso no setor ameaça fechamento da única empresa que ainda realiza o serviço na cidade

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A cidade de Mossoró poderá ficar sem a oferta de transporte coletivo urbano. O setor passa por enorme crise e a única empresa que atua na oferta do serviço ameaça fechar as portas.

“A situação é caótica”. A afirmação é do diretor da Cidade do Sol (concessionária do transporte coletivo em Mossoró), Waldemar Araújo, ao definir a atual situação do serviço, sufocado, principalmente, pela ausência de políticas públicas da gestão anterior na Prefeitura e pela pandemia de Covid-19.

A empresa, que já atuou em Mossoró com praticamente toda a frota de 35 veículos, hoje opera com apenas sete ônibus, nas linhas abolição, Nova Vida e Vingt Rosado. Ainda de acordo com a direção da concessionária, a operação com os três itinerários representa cerca de 70% da demanda total de usuários do transporte público coletivo no município.

“A situação do transporte, infelizmente chegou ao limite. Hoje, enfrentamos dificuldade financeira extraordinária e isso vem se acumulando ao longo dos anos, com a falta de políticas que viabilizem o serviço, e agora teve agravamento com a pandemia, quando a demanda de passageiros caiu mais de 90%”, contextualiza o diretor.

Waldemar destaca ainda que as más condições das ruas da cidade são um agravante. “Além de todos os problemas, como falta de apoio ao serviço, falta de fiscalização de clandestinos, temos algumas rotas sem a mínima condição de trafegabilidade de ônibus. Como resultado, temos grande perda de pneus, de peças, uma situação bastante difícil”, destaca.

Nova gestão

Mesmo diante do cenário de dificuldades enfrentado atualmente, a direção da Cidade do Sol acredita que a atual gestão da Prefeitura de Mossoró possa dar celeridade aos encaminhamentos pendentes na área do transporte público coletivo, atendendo, inclusive, demandas urgentes.

“Estamos esperançosos de que, daqui para frente, o transporte coletivo passe a constar na pauta do município, como serviço público municipal que é. O diálogo com a Prefeitura hoje está muito bom. Mantemos contato com a Secretaria de Mobilidade Urbana e estamos aqui à disposição, para contribuir e voltar a oferecer um serviço de excelência, com o apoio do Executivo”, diz.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é www.portaldorn.com

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Portal do RN

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade