Gazeta Apodiense

Notícia

Toffoli mantém julgamento sobre afastamento de Witzel no Supremo

Witzel recorreu na segunda-feira, 31, ao Supremo para tentar reverter seu afastamento do cargo pelo prazo de 180 dias.
ASSINADA DIGITALMENTE POR: Pedro Costa

Publicidade

Mister Capas Apodi
Esta foto é de inteira e total responsabilidade de Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, negou nesta quarta-feira, 2, a suspensão do julgamento sobre o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), marcado para a tarde desta quarta-feira.

Witzel recorreu na segunda-feira, 31, ao Supremo para tentar reverter seu afastamento do cargo pelo prazo de 180 dias. A medida foi determinada por liminar (decisão provisória) do ministro do STJ Benedito Gonçalves, no âmbito da Operação Tris in Idem, que apura esquemas de corrupção no governo fluminense.

O recurso é relatado por Toffoli, que terça-feira, 1º, deu prazo de 24 horas para que o STJ e a Procuradoria-Geral da República (PGR) prestem informações sobre o caso, antes que ele possa tomar uma decisão sobre o pedido de suspensão da liminar.

O prazo dado por Toffoli acabou possibilitando que a Corte Especial do STJ, composta pelos 15 ministros mais antigos do tribunal, analise antes dele se mantém a liminar que afastou Witzel, em julgamento marcado para a tarde desta quarta-feira, 2.

Ainda na terça-feira, 1º, a defesa do governador pediu então que Toffoli suspendesse o julgamento da liminar na Corte Especial do STJ, de modo que ele pudesse decidir sobre a suspensão de liminar antes de uma decisão colegiada na Corte Especial, mas o presidente do Supremo negou a solicitação.

Na decisão em que negou a suspensão do julgamento, Toffoli escreveu que o STJ é “soberano na condução das pautas de julgamento dos processos de sua competência” e acrescentou que a suspensão de liminar “não pode ser utilizada em usurpação da competência do juiz natural da causa”.

Esta é uma cópia de conteúdo e não reflete necessariamente a opinião do GRUPO APONEWS DE COMUNICAÇÃO, sendo de inteira e total responsabilidade de www.agorarn.com.br

  • COMPARTILHE
  • Compartilhar no Facebook
  • Enviar no Whatsapp
  • Compartilhar no Twitter

Publicidade

Mister Capas Apodi

Veja também

Vereador e outras seis pessoas são presas em operação da Polícia Civil no interior do RN
19Out
Estado

Vereador e outras seis pessoas são presas em operação da Polícia Civil no interior do...

Na cada do político, que é candidato à reeleição neste ano em João Dias, foram encontradas armas e munições.

Polícia Civil encontra 19 mil papelotes de cocaína em depósito no RN
19Out
Estado

Polícia Civil encontra 19 mil papelotes de cocaína em depósito no RN

Havia ainda 20 quilos de cocaína misturada a insumos no local. Segundo Denarc, droga apreendida pertence a facção...

Anuário diz que Homicídios e violência doméstica aumentam durante pandemia no RN
19Out
Estado

Anuário diz que Homicídios e violência doméstica aumentam durante pandemia no RN

Estudo comparou dados do primeiro semestre do ano com o mesmo período de 2019.

PRF apreende 375 mil maços de cigarros contrabandeados no RN
19Out
Estado

PRF apreende 375 mil maços de cigarros contrabandeados no RN

Maior apreensão do ano aconteceu na BR-406, em Ceará-Mirim, na madrugada desta segunda-feira (19).

MAIS NOTÍCIAS

Publicidade

Parceiro
Doutor Apodi
Parceiro
MISTER CAPAS APODI